Qual é o dia do Senhor?

O Dia do Senhor na Bíblia tem dois sentidos. O primeiro deles: como dia estabelecido por Deus para adoração. E o segundo: o dia do juízo de Deus.

Gostaria de deter sua atenção neste artigo no primeiro sentido, o dia estabelecido por Deus para adoração. Ainda hoje muito se discute a respeito de qual é o Dia do Senhor. Para a grande maioria do mundo cristão não há dúvidas, este dia é o domingo, porque Jesus ressuscitou neste dia.

Entretanto para uma outra minoria, o Dia do Senhor é o sábado. Mas o que leva a cada um destes dois grupos manterem sua posição com relação a este dia de adoração?

O domingo como dia do Senhor

Para os que atribuem ao domingo como Dia do Senhor, perceba que não existe nenhuma autoridade Bíblica que determine este dia como dia de adoração. A autoridade que determinou o domingo como dia de adoração é uma autoridade extra-bíblica, a tradição.

Apesar de Jesus ter ressuscitado no domingo, não existe recomendação clara e objetiva para guarda deste dia, na Bíblia não existe um mandamento que diga: “Santifique o dia de domingo”, “O dia de domingo é sagrado”. Portanto, a igreja e seus interpretes determinaram este dia como dia de culto e adoração, homens determinaram este dia. O nome domingo se quer é mencionado em toda Bíblia, quanto mais temos um mandamento direto e objetivo para sua guarda como dia de adoração.

Veja que interessante as respostas do Conego Hugo Bressane as perguntas relacionados ao Dia do Senhor na obra Perguntas e Respostas:

P. Mas a Bíblia manda observar o domingo em vez do sábado?
R. Não
P. Quem mudou o dia do Senhor de sabbado para o domingo?
R. A igreja Catholica
P. Mas os protestantes observam o descanso no domingo
R. Então neste ponto seguem a tradição catholica contra a qual sempre estão a clamar.

Perguntas e Respostas, Conego Hugo Bressane de Araújo

Precisamos ressaltar que mais importante que o dia em que Jesus ressuscitou, é o próprio fato dEle ter ressuscitado. O que deve ser considerado em máxima relevância não é o dia, mas o evento.

O Sábado como dia do Senhor

Por outro lado os que atribuem ao sábado como Dia do Senhor,  possuem a autoridade Divina e Bíblica sobre este dia, como dia de adoração. São inúmeras as referencias ao sábado como Dia do Senhor, incluindo um mandamento direto e objetivo para sua guarda como dia de adoração.

E Deus abençoou o sétimo dia e o santificou; porque nele descansou de toda a obra que, como Criador, tinha feito.

Gênesis 2:3

— Lembre-se do dia de sábado, para o santificar.
Seis dias você trabalhará e fará toda a sua obra,
mas o sétimo dia é o sábado dedicado ao Senhor, seu Deus. Não faça nenhum trabalho nesse dia, nem você, nem o seu filho, nem a sua filha, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu animal, nem o estrangeiro das suas portas para dentro.
Porque em seis dias o Senhor fez os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há e, ao sétimo dia, descansou; por isso o Senhor abençoou o dia de sábado e o santificou.

Êxodo 20:8-11

— Fale aos filhos de Israel e diga-lhes o seguinte: “Certamente vocês guardarão os meus sábados, pois é sinal entre mim e vocês de geração em geração, para que vocês saibam que eu sou o Senhor, que os santifica.

Êxodo 31:13

Também lhes dei os meus sábados, para servirem de sinal entre mim e eles, para que soubessem que eu sou o Senhor que os santifica.

Ezequiel 20:12

Santifiquem os meus sábados, pois servirão de sinal entre mim e vocês, para que saibam que eu sou o Senhor, seu Deus.’

Ezequiel 20:20

“Se vigiarem os seus pés, para não profanarem o sábado; se deixarem de cuidar dos seus próprios interesses no meu santo dia; se chamarem ao sábado de ‘meu prazer’ e ‘santo dia do Senhor, digno de honra’; se guardarem o sábado, não seguindo os seus próprios caminhos, não pretendendo fazer a sua própria vontade, nem falando palavras vãs,

Isaías 58:13

Como vimos nas passagens anteriores, o Senhor chama o dia de sábado, de meu. Ou seja ele é o detentor do sábado, Ele tem a posse deste dia, e se Ele possui este dia, é claro que o dia do Senhor continua sendo o sábado. A expressão máxima desta posse estão nas palavras do nosso Senhor Jesus Cristo:

Porque o Filho do Homem é senhor do sábado.

Mateus 12:8

Uma última argumentação sobre o sábado como dia do Senhor

Antes do pecado qual era o dia de adoração?

E Deus abençoou o sétimo dia e o santificou; porque nele descansou de toda a obra que, como Criador, tinha feito.

Gênesis 2:3

Após a volta de Jesus e em Seu Reino Eterno, qual será o dia de adoração?

“Porque, assim como os novos céus e a nova terra, que hei de fazer, estarão diante de mim”, diz o Senhor, “assim também estão diante de mim a posteridade e o nome de vocês.
De uma Festa da Lua Nova à outra e de um sábado a outro, toda a humanidade virá adorar diante de mim”, diz o Senhor.

Isaías 66:22,23

Se antes do pecado, o dia de adoração estabelecido por Deus era o sábado, e após a purificação do pecado, o dia de adoração continuará sendo o sábado.

O que pode nos levar a acreditar que hoje, no período em que vivemos, o Dia do Senhor não é o sábado? A tradição dos homens.

Então Pedro e os demais apóstolos afirmaram: — É mais importante obedecer a Deus do que aos homens.

Atos 5:29

Deus te abençoe.